Uma jornada de dedicação de 12 a 14h diárias, por vários meses, inclusive fins de semana. Treinos exaustivos de repetição e com alto volume de cargas, objetivando ganho de força, definição e volume muscular, além da realização de exercícios aeróbicos em jejum. Uma nutrição regrada, calculada, planejada e rigorosamente seguida, faça chuva ou faça sol. Uma intensa preparação para o grande dia, sob o olhar atento de uma criteriosa banca examinadora, com a realização de posturas que demandam total auto consciência e movimentos perfeitos, com inúmeras contrações concêntricas alinhadas a isometrias. Tudo isso conciliando ainda as responsabilidades como empresário, personal trainer, filho, namorado e pai. O resultado de tamanha dedicação? A conquista do Top 2 na categoria Classic Physique até 1,83m no conceituado Maradona Classic, realizado na cidade mineira de Betim, no último fim de semana.

À primeira vista, essa talvez seja uma descrição suscita da trajetória de um atleta que decidiu se dedicar ao Fisiculturismo. Mas, tendo a oportunidade de acompanhar de perto o Diogo Paris, nos últimos meses, eu diria que esses foram os árduos passos de um campeão! Considerado talvez um estreante na modalidade e competindo com mais de 20 atletas com a mesma altura e 40 na categoria, a conquista do segundo lugar tem sabor de ouro. Afinal, pude presenciar uma dedicação e uma disciplina acima da média, ou seja, bastidores que um simples espectador talvez não consiga ter a real dimensão.

Em todo esse processo, reforçamos o papel fundamental desempenhado pela Fisioterapia no Fisiculturismo. Nas sessões realizadas semanalmente com o Diogo, pudemos realizar o tratamento de lesões pontuais, dentre elas queixas de dor e incômodos musculares bastante comuns nessa preparação. No caso do atleta, o trabalho fisioterapêutico incluiu o tratamento de dois episódios de lesões grau 1, com excelente resultados em poucas sessões. Outra atuação imprescindível da Fisioterapia foi no recovery, com a realização da liberação miofascial após os treinos. Nesse objetivo, executamos técnicas, como miofibrólise percutânea (ganchos de aço cirúrgico que auxiliam a quebrar as fibroses teciduais), terapia manual, massageador profissional, hidroterapia (método Bad Ragaz e watsu), além de realização de alongamento e relaxamento global.

Era fundamental preparar o atleta para a competição do último fim de semana. No entanto, nosso foco na Fisioterapia era promover a ele um preparo para um desafio ainda maior. É que, no próximo dia 07 de dezembro, Diogo mais uma vez sobe aos palcos para mostrar os resultados de toda a sua preparação. Dessa vez no tradicional Champion, realizado pela Brasil Fisiculturismo e Fitness, na cidade do Rio de Janeiro, onde vai concorrer com mais de 50 atletas em sua categoria. Além do orgulho de participar dessa preparação como fisioterapeuta, foi um grande aprendizado contribuir na trajetória desse campeão que, tenho certeza, está só começando.

Vai com tudo, Diogo!

Dr. Jardel Trindade Fisioterapeuta

Leave a Reply